Governo retoma carreira de gestor de Tecnologia da Informação no Estado

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, maio 14, 2018 as 08:57 | Voltar

Projeto será enviado para Assembleia Legislativa nos próximos dias

 Campo Grande (MS) – Com objetivo de reorganizar o gerenciamento de dados estratégicos da administração estadual e fortalecer a carreira de Gestor de Tecnologia da Informação, o Governo do Estado enviará um projeto de Lei à Assembleia Legislativa para restabelecer a carreira de TI, extinta em 2014 pela gestão anterior.

Na prática, de acordo com o titular da SAD, Carlos Alberto de Assis a atualização da carreira, que desde o início do mandato vem sendo tema de estudo pela administração, reflete o compromisso do Governo Estadual com uma visão estratégica de gestão com base nas novas ferramentas de modernização do serviço público. “Hoje a informação é instantânea e a maioria dos serviços públicos são disponibilizados a um clique. Nós enquanto administração pública precisamos fortalecer a carreira e não compactuar com a extinção”, observou Assis.

A ação, segundo Assis, também demonstra o compromisso com a política de valorização do servidor. “Estamos construindo uma política de Governo com relação aos nossos servidores e neste sentido precisamos enxergar de forma clara que as gestões passam e os servidores de carreira ficam. Uma determinação importante para que a gestão dos serviços e dos contratos não sofra interrupções”, explicou.

Atualização da carreira foi tema de reunião na Secretaria de Fazenda

Para o presidente do Sindicato dos Profissionais de Processamento de Dados, Abelardo Teixeira Fraga a retomada da carreira representa um avanço para a administração pública que a partir de agora terá mais segurança no gerenciamento de informações bem como na contratação e coordenação de contratos. “Uma conquista importante para a categoria e um avanço importante para a administração que terá mais segurança na contratação e coordenação de contratos, além da garantia na execução com a coordenação de um servidor público efetivo e não de uma empresa terceirizada”, observou Fraga.

Já o Superintendente de Gestão da Informação, Alessandro Menezes comentou que a iniciativa do governo de resgatar e reorganizar a carreira Gestão de Tecnologia de Informação que conta hoje com 126 servidores também tem por objetivo evitar a descontinuidade na prestação desses serviços que podem causar prejuízos à sociedade.

Segundo Assis, o Governo do Estado enviará à Assembleia Legislativa nos próximos dias, o projeto de lei restabelecendo e atualizando a Carreira de Gestão de Tecnologia da Informação, integrante do Grupo Gestão Governamental, carreira extinta por meio da lei 4.559 de 2013. O projeto também estabelece as linhas de promoção, o grau de responsabilidade e a complexidade das atribuições dos servidores da carreira, que guardam relação entre as atribuições dos cargos nas competências e finalidade das áreas de gestão de tecnologia da Informação.

Rejane Monteiro, da assessoria de comunicação da SAD

fotos: Diana Gaúna

Publicado por: Camila Motta Grubert

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.